in ,

Orçamento de 2021: cadê o dinheiro para programas sociais?

Nessa segunda-feira, a equipe econômica entregou sua proposta para o Orçamento de 2021. O projeto de lei prevê o quanto o governo federal vai gastar no ano que vem e também quanto vai arrecadar com impostos. Mas a grande expectativa do texto girava em torno do Renda Brasil, o substituto do Bolsa Família, que acabou ficando de fora da proposta.

Acontece que a peça orçamentária tem vida própria e, em números aproximados, 94%, ou seja, quase todo o orçamento acaba saindo do Tesouro já com destino certo: as chamadas despesas correntes, que envolvem apenas o custeio da máquina pública. Qual é a lógica de um sistema que dá aos governantes tanto poder político, mas tira deles as condições de desenvolver novas políticas públicas por falta de recursos? Para discutir esse assunto, conversamos com os economistas José Marcio Camargo e Alexandre Schwartsman.

Esse é um podcast do Jornal da Band, com Lana Canepa e Eduardo Oinegue.

Veja outros episódios:

Spotify: https://spoti.fi/2QW4yse
Anchor: https://anchor.fm/band-jornalismo
Google Podcasts: https://bit.ly/324Q3Zo

What do you think?

Written by blogdenoticias

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Coronavírus: anticorpos podem durar mais tempo no corpo do que se imaginava

AVÓ E NETA MORREM EM ACIDENTE NA RODOVIA ANCHIETA